Aplicativo gerencia 100% do lixo gerado no Mind7 Startup e devolve 800kg de resíduos para cadeia produtiva

Ação demonstra efetividade do app PACSCRAP para cidadãos e governos ao transformar resíduos em fertilizantes, matérias-primas, telhas e compensados

O uso do PACSCRAP, aplicativo criado no ano passado para reduzir o descarte de resíduos em aterros sanitários e lixões, permitiu que todo o lixo gerado durante o Mind7 Startup, em Caxias do Sul (RS), fosse devolvido à cadeia produtiva. Foram 798,45 kg de resíduos produzidos durante os dois dias do evento, que promoveu o encontro entre startups, aceleradoras e fundos de investimento. A parceria inédita entre o aplicativo e o Mind7 permitiu reproduzir em pequena escala o potencial da ferramenta para gerenciamento do lixo das cidades.

Por meio de estações de coleta de resíduos e de um grande ponto de reciclagem para separação dos materiais, a equipe do PACSCRAP reuniu 307,2 kg de materiais recicláveis (papeis, plásticos, metais e vidros), o que renderá às cooperativas de reciclagem uma receita média de R$242,00. Além disso, ao reaproveitar as matérias-primas, a indústria evita a extração desnecessária de recursos naturais.

Em relação ao lixo orgânico, o reaproveitamento de 90 kg por empresas de compostagem dará origem a 30 kg de fertilizantes de alta performance. Outros rejeitos não-recicláveis, que somaram 401,25 kg, foram destinados à produção de 73 m² de telhas e compensados para a construção civil. A venda desses produtos gerará R$328,00 em média de impostos municipais, estaduais e federais.

A iniciativa impactou 2.700 pessoas, mostrando como se daria a aplicação do PACSCRAP em cidades inteiras. “Nessa experiência, deixamos de emitir gases poluentes na atmosfera e contribuímos para a economia de gastos públicos com gerenciamento de resíduos. O lixo, que era um problema, transformamos em novos negócios, beneficiando toda a cadeia produtiva”, comenta Rafael Valentini, CEO do OSucateiro.com, startup criadora da plataforma. Em escala “macro”, a perspectiva do PACSCRAP é gerar até 60% de economia para o poder público na gestão de resíduos sólidos, sem gasto nenhum para o governo ou para a população.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Av. Rubem Bento Alves – Universitário, Caxias do Sul – RS, 95032-170

Sou investidor